Serviços

Ata Notarial

É o instrumento público através do qual o notário capta, por seus sentidos, uma determinada situação, um determinado fato, e o traslada para seu livro de notas.

Apostila de
Haia

É um certificado emitido nos termos da Convenção da Apostila de Haia que autentica a origem de um documento público.

Autenticação de Documentos

É quando damos a uma cópia o mesmo valor de um original.

Reconhecimento de Firma

É quando certificamos a autoria de uma assinatura, que pode ser feita por autenticidade ou por semelhança.

Escrituras
Públicas

É qualquer tipo de documento elaborado por um Tabelião cuja a finalidade seja formalizar juridicamente a vontade das partes. 

Inventário

O inventário serve para formalizar a divisão e transferência de um patrimônio aos herdeiros.

Separação e
Divórcio

Veja os documentos necessários para o Divórcio, Separação e outros procedimentos.

Procuração

A procuração é o instrumento do mandato, através do qual alguém atribui a outrem, voluntariamente.

Protesto

É um ato formal e solene pelo qual se prova a inadimplência e o descumprimento de obrigação em títulos de crédito e outros documentos de dívida

Testamentos

Para obter informações sobre a documentação necessária à lavratura de testamentos, a parte interessada deverá se dirigir ao Cartório.

Substabelecimento
de Procurações

É o ato pelo qual o procurador transfere ao substabelecido os poderes que lhe foram conferidos pelo mandante. 

Extração de Carta Sentença

Modelo de Requerimento de extração de carta sentença, e após esse preenchimento a parte interessada deverá se dirigir ao Cartório.

Declarações Públicas

São declarações que as partes fazem espontaneamente de fatos
que desejam ou que sabem, sob sua responsabilidade civil e
criminal, dando publicidade aos mesmos.

União Estável

É uma escritura pública declaratória onde os conviventes declaram
que vivem juntos, em união estável, vivendo como se casados
fossem e com objetivo de constituir família.

Dissolução de União Estável

Dissolução de união somente poderá ser lavrada no tabelionato, caso seja consensual onde os conviventes concordam com os termos da dissolução, e que não possuam filhos menores ou maiores incapazes.